A COP26 fez do net zero um princípio fundamental para os negócios. Aqui está como os líderes podem agir

“O momento mudou: os compromissos net-zero são a norma. Mas a procura de soluções e sistemas para as satisfazer supera a oferta. Para responder, as empresas devem concentrar-se em cinco fundamentos.” Artigo por: Harry Bowcott, Daniel Pacthod e Dickon Pinner

 

A COP26 fez do net zero um princípio fundamental para os negócios. Aqui está como os líderes podem agir.

“Mesmo quando os delegados da COP26 concluem as negociações, é evidente que os compromissos climáticos lançados em Glasgow irão reformular a agenda para os negócios globais.

Era grande a esperança de que a COP26 fosse o local onde o mundo atuasse em relação aos objetivos do Acordo de Paris. O debate prosseguirá sobre se as conversas oficiais foram suficientes. No entanto, concentrarmo-nos apenas nesses desenvolvimentos, é perder a outra história que se desenrolou durante a COP26, uma vez que as promessas públicas, privadas e intersetoriais sinalizaram que a direção da viagem é no sentido do net zero.

Em centenas de conversas em Glasgow, os executivos disseram-nos e aos nossos colegas que esperam uma aceleração da ação climática em toda a economia real: a nível do sistema, através das indústrias e dentro das organizações.”