Estadão – Mercado de créditos de carbono está mais acessível para as pessoas físicas

Carbonext é citada como uma das novas plataformas e ferramentas que deixam a compensação de gases do efeito estufa, antes restrita a grandes negócios, ao alcance também de consumidores conscientes


Mercado de créditos de carbono está mais acessível para as pessoas físicas

“Depois de trabalhar por anos com clientes como iFood e Cielo, a brasileira Carbonext começou recentemente a ajudar pessoas físicas a zerar suas pegadas de carbono. A engenheira florestal Janaína Dallan, CEO da companhia, espera de 3 mil a 5 mil pessoas físicas em apenas um ano. “A pandemia foi um gatilho de conscientização”, afirma a executiva, acrescentando que a população está mais informada sobre temas como a Conferência do Clima, COP26.”

Leia mais.