Pós Cúpula Climática, veja análise da nossa Co-CEO

“Para além das políticas públicas, empresas também podem proteger a Floresta Amazônica”. Análise por Janaina Dallan, nossa CEO, para o Estadão.

 

Pós Cúpula Climática, Brasil precisará chegar à Cop26 com soluções mais contundentes

“Há um arco de destruição que ameaça 100 milhões de hectares da Floresta Amazônica agora. Cerca de 10 milhões de hectares estão protegidos do desmatamento, impulsionados pelo mercado de carbono voluntário. Durante a cúpula do clima, na quinta-feira, 22, o presidente Jair Bolsonaro fez dois anúncios importantes, mas o Brasil precisará mudar de postura e executar de forma firme e eficiente o que promete: ser carbono zero em 2050 e acabar com o desmatamento ilegal ainda nesta década, em 2030. Estas duas iniciativas, aliás, estão – ou deveriam estar – intimamente ligadas, sobretudo quando acabamos de bater um recorde de desmatamento, no último mês de março, segundo dados do PRODES.”

Leia mais.